A história de um menino muito especial que precocemente canta, toca violão, declama poemas e poesias






Este menino precoce tem inteligência linguística, inteligência musical e inteligência corporal/cinestética. 





O nome deste menino prodígio é Gustavo, desde os 3 anos de idade ele adora cantar, tocar violão e flauta e ainda declama diversos poemas e poesias de autores famosos!Ele tem uma memória fantástica!


Veja os vídeos dele aqui!(clique duas vezes e aumente o volume). 







Piske que tem Doutorado na área de altas habilidades/superdotação e criatividade observa nos vídeos a grande desenvoltura desta criança com indicativos de altas habilidades/superdotação (AH/SD).

Piske afirma que é muito comum as crianças superdotadas serem bastante criativas e se expressarem de diversas maneiras mostrando suas áreas de interesse. No caso de Gustavo, Piske percebe que este menino tem inteligência linguística, inteligência musical e inteligência corporal/cinestética. Piske alerta que é crucial investigar as outras habilidades que esta criança pode apresentar e ter um acompanhamento com profissionais capacitados para desenvolvê-las.


A partir da teoria das múltiplas inteligências de Gardner(2006, 2007, 2011), é possível definir a inteligência linguística, como a capacidade de expressão e entendimento por meio da linguagem. Piske exemplifica esta habilidade por meio dos grandes pensadores, poetas, como Vinícius de Moraes, Cecília Meireles, Pablo Neruda, que trouxeram um rico repertório para nossa sociedade.

Em se tratando da inteligência musical, esta capacidade está relacionada ao domínio de distinguir melodias, sons, ritmos, frequência, timbre e intensidade. Piske destaca alguns profissionais desta área que nos deixaram um grande legado, como: John Lennon, Freddie Mercury, Elvis Presley, Elis Regina, entre outros que fizeram de nossas vidas um grande palco de emoções.

A inteligência corporal/cinestética, por sua vez, pode ser definida como a capacidade de coordenação motora com precisão, neste sentido, a criança lida com diversos objetos utilizando a motricidade dos dedos e se envolve em atividades que requerem o uso completo do corpo. Algumas das profissões vinculadas a esta capacidade são: músicos, atores, artesões, dançarinos, atletas.

Piske recomenda que Gustavo tenha um atendimento especializado a partir das suas áreas de interesse. Preferencialmente, os profissionais que irão trabalhar com esta criança, precisarão entender como lidar com suas múltiplas inteligências e proporcionar um ensino que trabalhe de forma criativa a linguística, a musicalidade e a motricidade. Entre os materiais recomendados por Piske, é possível destacar: jogos com muita musicalidade e interação, o uso moderado da tecnologia envolvendo jogos educativos sobre a oralidade de forma abrangente, desde o domínio da língua portuguesa a novos idiomas, isto irá depender de como a criança avança. Instrumentos musicais variados, sempre de sua escolha, entre outros materiais e atividades que Piske poderá recomendar por meio de assessoramento à família, à criança e à escola de Gustavo.

Se você tem alguma pergunta e gostaria de assessoramento, entre em contato por meio do e-mail: giftednessaltashabilidades@gmail.com


*Observação: Cada análise é realizada por meio de diferentes materiais e uma longa conversa. Toda postagem é autorizada pela família. 




Referências

Gardner, H. (2006). Multiple intelligences: New horizons. New York: Basic Books.

Gardner, H. (2007). Five minds for the future. Boston: Harvard Business School Press.

Gardner, H. (2011). Truth, beauty, and goodness reframed: Educating for the virtues in the era of truthiness and twitter. New York, NY: Basic Books.

Piske, F. H. R. (2013). O desenvolvimento socioemocional de alunos com altas habilidades/superdotação (AH/SD) no contexto escolar: contribuições a partir de Vygotsky. 166 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

Piske, F. H. R. (2018). Altas habilidades/superdotação (AH/SD) e criatividade na escola: o olhar de Vygotsky e de Steiner. Tese. (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Paraná. Curitiba.



Postar um comentário

0 Comentários