Autismo e superdotação - dupla excepcionalidade

 

O desafio de lidar com a dupla excepcionalidade.

Autismo e superdotação!  Text in Portuguese and in English).



O que é a dupla excepcionalidade?

A dupla excepcionalidade está vinculada ao fato de uma pessoa apresentar dois tipos de necessidades educacionais especiais concomitantes, que pode ser alguma forma de deficiência, alterações comportamentais ou dificuldades de aprendizagem na escola.  

Também está relacionada à presença de altas habilidades em uma ou mais áreas do conhecimento, que ocorre conjuntamente a deficiências ou condições tidas como incompatíveis a essas habilidades que a criança apresenta.

O que muitas vezes não é bem conhecido ou compreendido, é que muitas crianças podem apresentar dois tipos de necessidades educacionais especiais concomitantes e este fato pode até confundir famílias, professores e psicólogos ao tentar ajudar na identificação e no atendimento a estas crianças.

De acordo com a Associação para crianças superdotadas (NAGC), muitas vezes é preciso criatividade e uma mente aberta para diferenciar duplamente um estudante com dupla excepcionalidade a fim de maximizar o desafio intelectual enquanto minimiza os efeitos de suas dificuldades.

Para Assouline et al. (2008),  é importante começar reconhecendo os pontos fortes do aluno e construir uma estrutura para apoiar seus pontos fracos ao desenvolver estratégias de ensino. É essencial diferenciar o currículo, tipo de produto ou foco do conteúdo de acordo com os interesses e pontos fortes do aluno dupla excepcionalidade. Uma aula criativa pode fazer com que todos os estudantes se beneficiem e tenham opções para demonstrar seus conhecimentos (Davidson Institute, 2020 PsychCentral, 2020).

Para Piske (2013, 2018, 2020) é fundamental permitir que os estudantes demonstrem seus conhecimentos e ideias com produtos de trabalho alternativos (teatro, música, pinturas, desenhos, vídeos). Simulações de atividades de encenação, atividades práticas, aprendizagem baseada em problemas e integração das artes são formas de apelar para o lado intelectual da criança (Assouline et al., 2008; Davidson Institute, 2020; PsychCentral, 2020).

Como Ph.D. em Educação e Especialista em Educação Especial e Inclusiva, afirmo a importância de respeitar as necessidades educacionais das crianças, e sempre que possível, evitar o ensino repetitivo. É importante ensinar a partir das áreas de interesses dos estudantes,  e usufruir de atividades lúdicas que lhes proporcionem bem-estar, motivação, reciprocidade e interação social!

É preciso ter a colaboração das famílias, de profissionais da Educação e da saúde para que a criança com dupla excepcionalidade se desenvolva de forma plena!

 

Referências:

Assouline, S. G.;  Nicpon, M. F;  Colangelo, N.;  O’Brien, M. (2008). The Paradox of Giftedness and Autism.  https://files.eric.ed.gov/fulltext/ED535140.pdf

 

Davidson Institute (2020). Gifted children with Asperger's Syndrome. https://www.davidsongifted.org/search-database/entry/a10167#:~:text=AS%20is%20a%20disorder%20in,traits%20of%20a%20gifted%20child.

 

NAGC (2020). Twice-Exceptional at Home and School. Recuperado de 20 de março, 2020, de https://www.nagc.org/twice-exceptional-home-and-school

 

Piske, F. H. R. (2013). O desenvolvimento socioemocional de alunos com altas habilidades/superdotação (AH/SD) no contexto escolar: contribuições a partir de Vygotsky. 166 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

Piske, F. H. R. (2018). Altas habilidades/superdotação (AH/SD) e criatividade na escola: o olhar de Vygotsky e de Steiner. Tese. (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Paraná. Curitiba.


Piske, F. H. R. (2020). The importance of socio-emotional development of gifted students.  In F. H. R. Piske, T. Stoltz, A. Rocha & C. Costa-Lobo (Eds.). (2020). Socio-Emotional Development and Creativity of Gifted Students. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.

 

PsychCentral  (2020). Autistic and Gifted: Supporting the Twice-Exceptional Child. https://psychcentral.com/lib/autistic-and-gifted-supporting-the-twice-exceptional-child/


Me siga! Inscreva-se!

Instagram: fheller2904

Blog: https://www.educacaodesuperdotados.com/



Texto em inglês


The challenge of dealing with double exceptionality.


Autism and giftedness!

 

What is double exceptionality?

The double exception is linked to the fact that a person has two types of concomitant special educational needs, which may be some form of disability, behavioral changes or learning difficulties at school.

It is also related to the presence of high abilities in one or more areas of knowledge, which occurs together with deficiencies or conditions considered incompatible with those abilities that the child has.

What is often not well known or understood, is that many children may have two types of concomitant special educational needs and this fact can even confuse families, teachers and psychologists when trying to help in the identification and care of these children.

According to the National Association for Gifted Children (NAGC), it often takes creativity and an open mind to doubly differentiate a student with double exceptionality in order to maximize the intellectual challenge while minimizing the effects of their difficulties.

For Assouline et al. (2008), it is important to start recognizing the student's strengths and build a structure to support their weaknesses when developing teaching strategies. It is essential to differentiate the curriculum, product type or focus of the content according to the interests and strengths of the student dual exceptionality. A creative class can make all students benefit and have options to demonstrate their knowledge (Davidson Institute, 2020 PsychCentral, 2020).

For Piske (2013, 2018, 2020) it is essential to allow students to demonstrate their knowledge and ideas with alternative work products (theater, music, paintings, drawings, videos). Simulations of staging activities, practical activities, problem-based learning and integration of the arts are ways to appeal to the child's intellectual side (Assouline et al., 2008; Davidson Institute, 2020; PsychCentral, 2020).

As a Ph.D. in Education and Specialist in Special and Inclusive Education, I affirm the importance of respecting the educational needs of children, and whenever possible, avoid repetitive teaching. It is important to teach from the areas of interest of the students, and enjoy ludic activities that provide them well-being, motivation, reciprocity and social interaction!

It is necessary to have the collaboration of families, education and health professionals so that the child with double exceptionality develops fully!

 

References:

Assouline, S. G.;  Nicpon, M. F;  Colangelo, N.;  O’Brien, M. (2008). The Paradox of Giftedness and Autism.  https://files.eric.ed.gov/fulltext/ED535140.pdf

 

Davidson Institute (2020). Gifted children with Asperger's Syndrome. https://www.davidsongifted.org/search-database/entry/a10167#:~:text=AS%20is%20a%20disorder%20in,traits%20of%20a%20gifted%20child.

 

NAGC (2020). Twice-Exceptional at Home and School. Recuperado de 20 de março, 2020, de https://www.nagc.org/twice-exceptional-home-and-school

 

Piske, F. H. R. (2013). O desenvolvimento socioemocional de alunos com altas habilidades/superdotação (AH/SD) no contexto escolar: contribuições a partir de Vygotsky. 166 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

 

Piske, F. H. R. (2018). Altas habilidades/superdotação (AH/SD) e criatividade na escola: o olhar de Vygotsky e de Steiner. Tese. (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

 

Piske, F. H. R. (2020). The importance of socio-emotional development of gifted students.  In F. H. R. Piske, T. Stoltz, A. Rocha & C. Costa-Lobo (Eds.). (2020). Socio-Emotional Development and Creativity of Gifted Students. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.

 

PsychCentral  (2020). Autistic and Gifted: Supporting the Twice-Exceptional Child. https://psychcentral.com/lib/autistic-and-gifted-supporting-the-twice-exceptional-child/

 

 

 


 


Postar um comentário

0 Comentários