Professores podem ajudar na avaliação da dupla excepcionalidade?

PROFESSORES PODEM AJUDAR A AVALIAR ESTUDANTES COM AUTISMO E COM SUPERDOTAÇÃO?


Sim! Mas é preciso ter cautela quanto à avaliação.

 




Como avaliar os estudantes com dupla excepcionalidade?

 



É um equívoco olhar somente para as dificuldades do estudante com dupla excepcionalidade sem reconhecer ou identificar suas habilidades. Os procedimentos de avaliação precisam ser amplos para não haver equívoco de criar um rótulo no estudante, além disso, é essencial identificar fatores que podem afetar o comportamento, o desempenho ou o seu potencial.


 




 

MAS COMO DEVEM SER INVESTIGADAS AS INFORMAÇÕES SOBRE A AVALIAÇÃO DESSE ESTUDANTE?

 

Todas as informações devem ser coletadas de diversas fontes e em diversos ambientes, identificando estilos de aprendizagem individuais e necessidades de modo que  seja possível ao professor adaptar suas estratégias de ensino (Konza, 2008).




É FÁCIL AVALIAR O AUTISMO E A SUPERDOTAÇÃO?


A resposta é não. Essa avaliação é bastante complexa e precisa se basear em um processo abrangente e adaptado às especificidades do estudante. Assim, pode-se identificar necessidades e habilidades particulares. Além disso, um diagnóstico preciso conduz recomendações apropriadas; portanto, de uma perspectiva psicológica e educacional, é fundamental reunir informações de cada área, o que exige profissionais especializados (Assouline et al., 2008; Assouline, S., & Whiteman, 2011).


 

 

Referências:

   Assouline, S. G., Nicpon, M. F., Colangelo, N., & O'Brien, M. (2008). The Paradox of Giftedness and Autism: Packet of Information for Professionals (PIP)—Revised. Connie Belin & Jacqueline N. Blank International Center for Gifted Education and Talent Development (NJ1). https://eric.ed.gov/?q=autism+and+gifted&ft=on&id=ED535140

 

Assouline, S., & Whiteman, C. (2011). Twice-exceptionality: Implications for school psychologists in the post-IDEA 2004era. Journal of Applied Psychology, 27, 380–402. https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/15377903.2011.616576

 

Konza, D. (1998). Inclusion for Children with Dual Exceptionalities. Paper presented at the Annual Convention of the Council for Exceptional Children (Minneapolis, MN, April 15-19, 1998). https://eric.ed.gov/?q=autism+and+gifted&ft=on&pg=3&id=ED427449


Postar um comentário

0 Comentários