Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2021

Autistas podem ser curiosos e falar inglês precocemente! Veja Rafael!

Imagem
É possível um menino autista precocemente falar inglês?  Sim! É possível! Clique e siga esse blog!  Clique nos anúncios desse blog.  Ajude na divulgação, há conteúdos de relevância!   É importante ajudar a criança com autismo quanto ao seu desenvolvimento cognitivo, social e emocional.   Não basta se atentar somente para seu desenvolvimento cognitivo e deixar de lado a socialização e as emoções que os autistas apresentam.   Rafael é um exemplo de menino com autismo que recebe tanto o apoio da escola e da família que abraça carinhosamente suas necessidades especiais.   Valcir, o pai de Rafael conta que no início, ao descobrir sobre as necessidades de seu filho, ficou abalado, mas com o apoio de profissionais preparados para ajudar quanto ao desenvolvimento de Rafael, a família ficou mais tranquila e feliz.   Veja o vídeo de Rafael onde há a participação da família que ajuda muito na aprendizagem e na socialização!   O exemplo de Rafael é muito importante pa

Autistas podem expressar muitos talentos! Conheça Michael!

Imagem
  Autistas podem ter muitos talentos que nos surpreendem! Clique aqui e siga esse blog! Clique nos anúncios desse blog ! Ajude a divulgar esse blog com conteúdo relevante. É um equívoco pensar que os autistas são pessoas sem talentos e que não podem expressar suas potencialidades.   Há autistas que demonstram altas capacidades desde muito cedo!   Michael é um exemplo de que autistas podem nos supreender e muito, mostrando que são capazes de mostrar seus talentos e se expressar de forma fantástica!   Nadine é a mãe de Michael, ela relata a capacidade precoce de seu filho em emitir sons, e melodias incríveis sem que ninguém tenha ensinado!    Michael tem paixão por música clássica! É maravilhoso! Ele relata que sempre gostou de músicas de Mozart e Beethoven e expressa por meio de instrumentos essas lindas composições. Ele compõe músicas a partir do que está sentindo, baseando-se em suas emoções! Assim ele se expressa maravilhosamente.   Michael está no vídeo

O que é uma escola criativa?

Imagem
  Como seria uma escola criativa?  Clique aqui e siga esse blog! Clique nos anúncios dessa postagem.    Há muitos fatores para considerar uma escola criativa. A criatividade não está presente em uma escola que prima por ensinar um ensino repetitivo.   Qual é o proveito na aprendizagem que os estudantes vão ter em aprender sempre a mesma coisa e da mesma forma?   Imagine que tédio ficar na sala de aula copiando do quadro, escrevendo sem parar, fazendo atividades que nem sempre vão ao encontro dos interesses dos estudantes.   Os interesses dos estudantes devem sim ser considerados como algo importante e suas habilidades devem ser identificadas pelos professores.   Quando as aulas são baseadas em diferentes estratégias, como a utilização de: vídeos, filmes, músicas, desenhos, teatro, jogos e experiências com materiais diversificados, por exemplo, a curiosidade dos estudantes pode ser instigada e consequentemente, a relação professor-aluno pode até melhorar. Uma esc

Professores conseguem perceber as altas habilidades de seus estudantes?

Imagem
  Professores conhecem a superdotação? Clique aqui e siga esse blog!   Clique nos anúncios desse blog!  Compartilhe as postagens!   Há professores que ainda não tiveram acesso a informações baseadas no conhecimento científico quando se trata da área de Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD).   A falta de informação gera a limitação de identificar e atender um estudante com alto potencial e ainda há casos de professores que acreditam em mitos.   Os mitos impedem que os estudantes superdotados sejam identificados e atendidos adequadamente.   Por exemplo: é um mito pensar que um estudante superdotado irá tirar nota máxima em todas as avaliações. O estudante superdotado gosta de desafios, pode avançar na aprendizagem rapidamente, principalmente com a mediação docente efetiva, mas pode apresentar dificuldades em áreas do conhecimento que não são de seu interesse.   Você quer conhecer mais sobre superdotação? Quer saber mais sobre as características de estudantes superdotados? Q

Superdotação e dupla excepcionalidade! Imperdível a explicação!

Imagem
  Há diversos exemplos que superdotados acham a escola chata, sem sentido de frequentar! Mas por que será?   Nessa postagem compartilho um vídeo e livros (link) que irão esclarecer muitas dúvidas de professores e famílias que gostariam de aprender mais sobre o que é Superdotação e o que é a dupla excepcionalidade.     Às vezes, não é tão simples diferenciar, mas superdotação e dupla excepcionalidade são diferentes. Superdotação é quando um estudante apresenta habilidade acima da média e avança na aprendizagem rapidamente.   Claro que a mediação docente efetiva fará a diferença na vida desse estudante com alta capacidade!     E a dupla excepcionalidade é quando um estudante apresenta superdotação e concomitantemente uma deficiência, que muitas vezes, mascara sua alta capacidade. Nesse caso, o professor terá um duplo desafio, que é atender a superdotação e a deficiência que o estudante pode apresentar!       Assista esse vídeo! Muito interessante esse v

Aprenda sobre a área das Altas Habilidades/Superdotação!

Imagem
  Para aprender mais sobre a área das Altas Habilidades/Superdotação é importante verificar a fonte na qual você ampliará seu conhecimento.   Muitas vezes, nos deparamos com informações que nem sempre são verídicas e não vão ajudar a ampliar o conhecimento de forma apropriada.   Então, para entender mais sobre a área das Altas Habilidades/Superdotação recomendo teses, dissertações e artigos baseados no conhecimento científico.     Clique aqui e veja teses, dissertações e artigos!   Você pode também ler livros sobre a área das Altas Habilidades/Superdotação. Esses livros precisam necessariamente ser escritos por especialistas! Invista seu tempo em leituras que irão te trazer muitos benefícios e aprofundar seu conhecimento de forma adequada. Autores de renome internacional, como: Dr. Françoys Gagné, Dr. Steven Pfeiffer, Dra. Linda Silverman, Dra. Jean Peterson, Dra. Eunice de Alencar, entre outros especialistas publicaram nessas obras! Imperdível a leitura! C